Piratas do Caribe

Enquanto fazia snorkel no Mar do Caribe, pensei que precisava fazer uma lista de todas as coisas maravilhosas que eu já vi na vida. Certamente, fazer snorkel próximo às Ilhas do Rosário foi uma delas. E não pense que foi como aqueles mergulhinhos bestas que fazemos em Porto de Galinhas quando somos criança, em que te dão a máscara, você põe a cabeça dentro da água, vê os peixinhos e é isso…

A experiência foi daqueles em que você vai de barco até certo ponto, salta do barco, sofre pra conseguir se equilibrar em pés de pato e depois nada até um lugar onde a profundidade do mar dá 10 de você, e ainda assim é possível ver o fundo de tão cristalina e azul que é a água. Cardumes enormes de peixe. Cores que não existem na paleta que conhecemos. Corais a perder de vista.

Eu sempre tive medo dessas aventuras. Quantas não foram as histórias que vi na Discovery Channel de ataques de tubarão a turistas comuns como eu, em férias comuns como as minhas! Mas eles disseram que não tinha tubarão e eu acreditei. E mesmo sem querer muito ir, mesmo achando que me dariam snorkels para meter a cabeça dentro da água e alimentar peixinhos (como em Porto de Galinhas), resolvi arriscar.

Tinham me dito que ir para as Ilhas do Rosário não valia a pena… Bom, se eu tirar o snorkel, realmente, não teve muita coisa. O passeio de barco em si é divertidinho. Na ida, deixamos metade dos turistas na Ilha Baru, cuja Playa Blanca é maravilhosa, e seguimos para as Ilhas do Rosário. São todas ilhas privadas, então fomos numa tal Lizamar, que é, obviamente, da empresa de turismo que organizou esse tour.

Logo que chegamos, uma parte do grupo (inclusive eu) já partiu para fazer o snorkel. Depois que voltamos, havia a opção de uma segunda atividade, que era visitar um aquário… Mais 15 pesos? Acho que não. Então fiquei na tal Lizamar, que não tinha absolutamente nada. O mar na frente era até bem bonito, tipo rio, sem onda, bom de nadar… mas depois que fui queimada por uma água viva na perna, saí e não voltei mais.

O almoço eu também achei bem ruim. Devia estar bom para quem gosta de peixe frito, que não é o meu caso. E arroz era frito e com coco, bem costeño, como dizem por aqui… mas um tanto estranho pro meu paladar. Como não gusto de coco, nem o arroz-que-sempre-me-salva deu pra comer. Comi o frango, que não tinha erro, e foi isso.

Depois do almoço seguimos para a Ilha Baru, que valia a pena pelo visual típico das praias caribenhas… Água bem azul e cristalina. O mar também era quentinho, bom de tomar banho, mas como eu já tava traumatizada da água viva, nem fiquei muito tempo. E não nos demoramos muito. A volta de barco foi com emoção. Fiquei morrendo de pena do senhor de 87 anos que estava no fundo do barco e que chegou complemente encharcado a Cartagena.

E de volta à cidade, minhas malas já estavam no hotel e com os cadeados intactos, como deve ser. Estava com medo de que arrombassem na aduana, sei lá. E tudo o que eu mais queria, minha pinça, não encontrei. Devo ter deixado em San José. Vou chegar em Bogotá parecendo a Frida Kahlo.

Amanhã vou curtir a praia particular aqui do hotel, a piscina e essas coisas. E à noite, Bogotá.

Hasta.

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Uma resposta para “Piratas do Caribe

  1. Vovó Marieta

    Teresa, estou esperando a respostra à minha pergunta: e o John Deep, encontrou?
    Tambem estamos no final de nossa estadia londrina. Só chove e faz um frio essa semana. David resfriou-se, tambem pudera!
    Hoje jantamos no apto. de um amigo irlandes que conhecemos na época de Berkerley. Uhh faz um tempão… Amanhã iremos a Tate Modern e á Opera. (pra variar) Beijos Vovó. Take care, minha linda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s